YayBlogger.com
BLOGGER TEMPLATES

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Era como se o amor doesse em paz


Acordava quando o sol tocava bem de leve os seus olhos e demorava a acreditar que mais um dia estava chegando assim, só pra ela.

Tentava alcançar o teto com a ponta dos dedos das mãos, virava-se para um lado e para o outro, levantava-se e caminhava, ainda que devagar, em direção ao banheiro.

Entrar em contato com a água era uma das sensações mais prazerosas do seu dia, era a chance de se vestir para o novo, para a esperança que nunca a deixara.

Sentia o sabão escorrendo por todo o seu corpo, observava a luz refletida nas gotinhas de água e refazia-se a todo o momento.

Vestia-se com cautela, relembrava dos seus desejos e agradecia ao mundo por aquela nova oportunidade: tudo era amor.

Um comentário:

Amanda disse...

"Entrar em contato com a água era uma das sensações mais prazerosas do seu dia"...

Essa frase me lembrou de quando fomos a praia. Tivemos uma sensação de alívio instantâneo ao entrar em contato com ela. Era como se um pedaço do cansaço mesclado com o calor fosse embora a partir daquele segundo. Era alívio ou era Iemanjá? (Tá parei!).